sábado, 31 de março de 2018

Devias estar calado.

Quando queres ajudar e só mágoas com as tuas palavras.
Quando queres o melhor daquela pessoa, e tudo o que fazes se transforma em tristeza.
Não o fazes para a magoar, mas a verdade que só tu saberias e devias guardar, lhe faz sentir como um farrapo.
Para que queres ser bom, quando ainda estás a ser pior que os outros.
A verdade mágoa e nunca te foi dirigida.
Então porque fazes isso...
Deixa de ser um imbecil e não faças sofrer quem nunca te fez mal.
Ouve e cala esse teu bom senso...
Guarda para ti o que não é teu, e deixa de ser sincero...
Deixa de desculpas e não abres a boca.
Ser bom nunca foi sinónimo de tristeza.
Por isso pela tua felicidade ao silêncio me submeto.




Solidão

Quem se importa comigo?
Quem quer saber de mim?
Serei importante para alguém?
Faço muitas vezes estas perguntas a mim mesmo quando estou sozinho. A solidão faz me sentir que não tenho ninguém e que não existe ninguém que se preocupe comigo.
Sei que até posso ser injusto com a minha família e amigos, mas é assim que me sinto. Não o faço porque quero, mas acontece sentir estas dúvidas quando olho para o vazio e não consigo descobrir a alegria de ser quem sou.
Como um vício que se pode tornar uma doença tenho medo de me sentir bem assim.
Sem ninguém....

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Foi amor....

Dói....
Uma dor silenciosa, vazia...
Sei que vai ser difícil deixar de doer.
Eu sentia...
Amor por ela, até sofrer...
Querer amar sem conseguir.
E doía....
Não desejar aquele abraço.
Eu queria sentir....
Eu queria continuar....
Mas não consegui.
Faltava alegria, o sorriso...
Faltava o carinho, o beijo....
E desisti....
Tinha de ser feliz
E não estava a conseguir...
Mas dói na mesma.
Sem querer sinto a dor, medo...
De sentir amor...
Amar como a amei.
E sofrer como nunca quis...
Não sei se consigo mais.
Sentir...
O coração a acelerar.
Só pela companhia....
Ou pela falta dela.
Não sei se quero.
Não sei se vai acontecer.
Mas sei...
Que feliz quero ser.
E o amor....
Esse, eu sei que tenho.
Posso esconder...
Posso calar o meu coração.
Mas a vida, essa...
Vou viver amando cada segundo.
Sozinho,...
Acompanhado....
Olhando o céu vou sorrir.
Com música vou dançar.
A mesa vou estar...
E com amigos partilhar...
Quem sou com alegria.
De coração cheio vou viver.
E se a alma doer...
Vou continuar a lutar.
Por aquilo que me faz bem.
Sem nunca desistir.
Sem nunca ter medo.
De viver..
E se tenho esta oportunidade,
de na alegria viver.
É aproveitar cada momento...
Até mais não poder.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Dúvida insensível

As vezes as dúvidas dão cabo da nossa auto estima.
Entre não saber e saber a dor será sempre a mesma?
As vezes gostava de não ter sentimentos, correndo o risco de sofrer ainda mais, e perceber se a insensibilidade acabava com as dúvidas.
Se ter sentimentos me faz sentir fraco de certeza que foi esse mesmo sentir que me fez continuar a lutar contra as vicissitudes desta vida.  Mas da vontade de ter de continuar e parecer ser forte, o amor que sinto irá ser sempre o que nunca irei perder mesmo sabendo que as dúvidas me irão provocar dor e tristeza.
A minha vida sempre teve um propósito e a cada passo que dou vou descobrindo qual é. Mesmo depois do que sofri e vou ter de sofrer não é parando que vou evitar o que o destino me reservou.
Mas a escolha será sempre minha, e dessa liberdade não me vou privar. Por isso se tiver que perder a oportunidade de conhecer certas pessoas que até me podiam me fazer bem poupando a dúvida e a tristeza, e não irei fugir dessa decisão mesmo podendo ser errada.
Espero sempre conseguir enfrentar os meus dilemas com a consciência que foram resultado das minhas escolhas.

sábado, 18 de novembro de 2017

Perder sem dar por isso...

Nunca me esqueci do nosso primeiro encontro, mesmo depois de tantos anos de uma vida em comum.
Sei que nem sempre fui a melhor companhia, mas sempre encontrei nos teus braços amparo. Podia ter feito mais por ti e nunca dei valor ao que recebia de ti. Se estavas triste ou com dores nunca foi desculpa para não estares presente, sempre a pensar no que era preciso. E assim tudo parecia fácil, a comida aparecia na mesa pronta a comer, a roupa sempre muito bem passada e a nossa casa sempre a brilhar.
Nunca te faltei com nada, mas podia dar mais alguma coisa. Podia dar mais atenção ao que não fizeste para ali estares sempre para mim.
E hoje, quem sou sem ti?
Apenas alguém que nunca valorizou o mais importante que tinha na vida.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

As palavras


São fortes.
Fazem doer.

São más.
Fazem sofrer.

São sábias.
Fazem pensar.

São bonitas.
Fazem sentir.

As palavras serão sempre a arma mais poderosa.
Na boca de um tirano criam guerras.
Na boca de um lider evitam conflitos.

As palavras caem em saco roto.
Perante um pobre ouvido.
As palavras perdem-se
Quando não são bem vindas.

As palavras más.
Enchem mentes vazias.
As palavras boas.
Completam um bom pensamento.

A palavra existe.
E nunca irá desaparecer.

Usem,
Abusem,
E nunca fiquem com ela.

Guardem os momentos.
Bons e maus.
Mas falem muito.
Porque falar é viver.

Sempre a sonhar

Sempre disse que seria
mais do que sou.
Sempre vivi o futuro
com mais do que tenho.

Nos sonhos sou sempre
Aquilo que nunca serei.
Nos sonhos nunca sofro
Tristezas e desilusões.

Mas viver é ter certezas
É ter dúvidas.
É ter de enfrentar o desafio
Sem muitos desvios.

E vivo o dia sem fugir
Do que me aparece pela frente.
Mas nos sonhos crio caminhos
Por onde posso sempre fugir.